Imortalidade? o destino do “espírito” do justo no momento da morte

Autores

  • Adriani Milli Rodrigues

Palavras-chave:

morte, imortalidade, espírito, alma, vida eterna, estado intermediário.

Resumo

Uma leitura superficial de textos bíblicos que falam sobre a morte do justo, pode dar margem para distintas interpretações acerca do seu destino imediato. Para um grupo de estudiosos que acreditam no dualismo humano, na morte do crente, a alma imaterial permanece existente de forma consciente. Nesse segmento, uns crêem na futura ressurreição do corpo, ao passo que outros a rejeitam. Entretanto, para o grupo que enxerga a natureza humana como uma unidade radical, não há uma entidade espiritual que sobrevive à morte. Entre estes, uns advogam a ressurreição individual que ocorre imediatamente após a morte do crente, enquanto outros acreditam numa ressurreição coletiva futura, o que implica um estado de inconsciência do justo entre sua morte e ressurreição. O presente estudo aborda este tema analisando palavras e idéias que se relacionam com o espírito humano, tanto sob a perspectiva bíblica, como também da história da teologia cristã.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Bacchiocchi, Samuele. Immortality or Resurrection? A Biblical Study on Human Nature and Destiny. Berrien Springs, MI: Biblical Perspectives, 1997.

Balz, Horst e Schneider, Gehard. Exegetical Dictionary of the New Testament. Grand Rapids, MI: William B. Eedermans, 2001.

Barth, Karl. Dogmatics in Outline. London, England: SCM Press, 1958.

Bauer, Johannes B. Diccionario de Teología Bíblica. Barcelona, España: Editorial Herder, 1985.

Bíblia de Estudo Almeida. Revista e Atualizada. 2ª edição. Traduzida por João Ferreira de Almeida. Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Boehner, Philotheus e Gilson, Etienne. História da Filosofia Cristã – desde as origens até Nicolau de Cusa. Traduzido por Raimundo Vier. 8ª edição. Petrópolis, RJ: Editora Vozes, 2003.

Brown, Colin e Lothar Coenen, Dicionário Internacional de Teologia do Novo Testamento. Traduzido por Gordon Chown. São Paulo: Edições Vida Nova, 2000.

Brown, Colin. Filosofia e Fé Cristã – um esboço histórico desde a Idade Média até o presente. Traduzido por Gordon Chown. São Paulo: Edições Vida Nova, 2001.

Cairns, Earle E. O Cristianismo através dos Séculos: uma história da Igreja Cristã. Traduzido por Israel Belo Azevedo. 2ª edição. São Paulo: Edições Vida Nova, 1995.

Cullmann, Oscar. Imortalidade da Alma ou Ressurreição dos Mortos. Artur Nogueira, SP: Centro de Estudos Evangélicos, 2002.

Erickson, Millard J. Christian Theology. 7ª edição. Grand Rapids, MI: Baker Book House, 1989.

Evans, Craig A. Novo Comentário Bíblico Contemporâneo – Lucas. Traduzido por Oswaldo Ramos. São Paulo: Editora Vida, 1996.

Ferreira, Júlio Andrade. Antologia Teológica. São Paulo: Editora Novo Século, 2003.

Froom, Le Roy Edwin. The Conditionalist Faith of Our Fathers – The Conflict of the Ages Over the Nature and Destiny of Man. 2 vols. Washington, DC: Review and Herald, 1966.

Guthrie, Donald. “A Vida Após a Morte”, Imortalidade. 2ª edição. Editado por Russell P. Shedd e Alan Pieratt. São Paulo: Edições Vida Nova, 2000.

Haenchen, Ernst. The Acts of the Apostles – a Comentary. Philadelphia: The Westminster Press, 1971.

Harris, R. Laird, Acher, Gleason L. Jr. e Waltke, Bruce K. Dicionário Internacional de Teologia do Antigo Testamento. Traduzido por Márcio Loureiro Redondo, Luiz A.T. Sayão e Carlos Oswaldo C. Pinto. São Paulo: Edições Vida Nova, 1998.

Harrison, Everett F. Interpreting Acts – The Expanding Church. Grand Rapids, MI: Zondervan Publishing House, 1986.

Hawthorne, Gerald F. Word Biblical Commentary: Philippians. Waco, Texas: Word Books Publisher, 1983.

Knight, George R. A search for Identity – The Development of Seventh-day Adventist Beliefs. Washington, DC: Review and Herald Publishing Association, 2000.

Ladd, George. Apocalipse – introdução e comentário. Série Cultura Bíblica. São Paulo: Sociedade Religiosa Edições Vida Nova e Associação Religiosa Editora Mundo Cristão, 1989.

________. Teologia do Novo Testamento. Traduzido por Dara Dusilek, Jussara Marindir Pinto Simões Árias. São Paulo: Editora Hagnos, 2001.

Lenski, R. C. H. The Interpretation of the Acts of the Apostles. Minneapolis, Minnesota: Augsburg Publishing House, 1961.

Nichol, Francis D. Respostas a Objeções: uma defesa bíblica da doutrina adventista. Traduzido por Francisco Alves Pontes. Tatuí, SP: Casa Publicadora Brasileira, 2004.

Nisto Cremos: 27 Ensinos Bíblicos dos Adventistas dos Sétimo Dia. Traduzido por Hélio L. Grellmann. 7ª edição. Tatuí, SP: Casa Publicadora Brasileira, 2003.

Olson, Roger. História da Teologia Cristã - 2000 anos de tradição e reformas. Traduzido por Gordon Chown. São Paulo: Editora Vida, 2001.

Schaff, Philip. History of the Christian Church. 8 vols. Grand Rapids, MI: Eerdmans Publishing Company, 1958

Smith, Ralph L. Teologia do Antigo Testamento: história, método e mensagem. Traduzido por Hans Udo Fuchs e Lucy Yamakami. São Paulo: Edições Vida Nova, 2001.

Vikler, Henry A. Hermenêutica Avançada: princípios e processo de interpretação bíblica. Traduzido por Luiz Aparecido Caruso. São Paulo: Editora Vida, 2001.

Wigram, George V. The Englishman´s Greek Concordance of the New Testament. Grand Rapids, MI: Zondervan Publishing House, 1970.

Downloads

Publicado

2006-03-11

Como Citar

Rodrigues, A. M. (2006). Imortalidade? o destino do “espírito” do justo no momento da morte. Kerygma, 2(1), 56. Recuperado de https://revistas.unasp.edu.br/kerygma/article/view/312

Edição

Seção

Trabalho de Conclusão de Curso