A RELAÇÃO ENTRE AS PRÁTICAS DOS DOCENTES NA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE ENSINO COM O MATERIAL PADRONIZADO APOSTILADO
PDF

Palavras-chave

trabalho docente
rede pública municipal de ensino
material apostilado

Como Citar

do Prado, J. A. (2021). A RELAÇÃO ENTRE AS PRÁTICAS DOS DOCENTES NA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE ENSINO COM O MATERIAL PADRONIZADO APOSTILADO. Docent Discunt, 1(2), 10–26. https://doi.org/10.19141/docentdiscunt.v1.n2.p10-26

Resumo

Este artigo aponta a relação entre o trabalho dos docentes em uma rede pública municipal e a utilização do material apostilado utilizado em sala de aula. O estudo partiu de uma revisão bibliográfica e realizou uma pesquisa qualitativa através de um questionário aplicado a professores de língua portuguesa em escolas municipais no interior de São Paulo. Tais docentes trabalham vinculados à secretaria de Educação a qual, por meio de licitação pública, utiliza os didáticos apostilados produzidos por uma empresa que pertence ao mercado editorial educacional. Os resultados investigados apontam que tais apostilas de ensino advindos de um mercado de editoração educacional, ainda que organizem, definam e programem o trabalho pedagógico do professor, estabelecem  parâmetros e regras que  direcionam o funcionamento e, sobretudo, controlam os comportamentos, procedimentos e resultados de diretores, coordenadores, alunos e, em especial, dos docentes que se apropriam do material. 

https://doi.org/10.19141/docentdiscunt.v1.n2.p10-26
PDF

Referências

BATISTA, A. A. G. Um objeto variável e instável: textos, impressos e livros didáticos. In: ABREU, M. (Org.). Leitura, história e história da leitura. Campinas: Mercado de Letra, 2000.

BOURDIEU, P. A economia das trocas simbólicas. 5ª Ed. São Paulo: Perspectiva, 1999.

BOURDIEU, P. Questões de Sociologia. Rio de Janeiro: Marco Zero, 1989.

BOURDIEU, P. Sur le pouvoir symbolique. Annales: Economies, sociétés, civilisations, v. 32, n. 3, 1977, p. 405-411.

ELIAS, N. A Sociedade de Corte. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

ELIAS, N. A Sociedade dos Indivíduos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1994b.

ELIAS, N. Conocimiento y Poder. Madrid: La Piquita, 1994a.

ELIAS, N. Introdução à Sociologia. Lisboa: Edições 70, 1986.

FOUCAULT, M. Microfísica do poder. 19. ed. São Paulo: Graal, 2004.

FOUCAULT, M. Vigiar e Punir. 22 Ed. Petrópolis: Vozes, 2000.

GERALDI, J. W. Livro didático de língua portuguesa: a favor ou contra? Entrevista a Ezequiel Theodoro. Leitura, teoria e prática, v. 6, n. 9, 1987, p. 3-7.

LANDINI, T. S. Jogos habituais - sobre a noção de habitus em Pierre Bourdieu e Norbert Elias. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL PROCESSO CIVILIZADOR, 10. Anais... Campinas, 2007. Disponível em: https://bit.ly/2WDSQFo. Acesso em 23 dez. 2020.

MORAES, M. C. M. Recuo da teoria: dilemas na pesquisa em educação. Revista Portuguesa de Educação, v. 14, n. 1, 2001, p. 7-25.

Declaração de direito autoral

Declaro (amos) que a revista Docent Discunt está autorizada a publicar e alterar o texto inédito e original de minha (nossa) autoria, submetido para avaliação neste periódico, a fim de "maximizar a disseminação da informação". Concordo (amos) em compartilhar os direitos autorais a ele referentes com a Unaspress e com o Unasp, sendo que seu “conteúdo, ou parte dele, pode ser copiado, distribuído, editado, remixado e utilizado para criar outros trabalhos, sempre dentro dos limites da legislação de direito de autor e de direitos conexos”. 

Reconheço (Reconhecemos) ainda que a Revista Docent Discunt está licenciada sob uma LICENÇA CREATIVE COMMONS - ATTRIBUTION 4.0 INTERNATIONAL (CC BY 4.0) e que esta obra também estará licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, caso seja aceita e publicada.

Dito isto, Permito (permitimos) que as instituições citadas acima remixem, adaptem, criem e distribuam, a partir deste trabalho, mesmo que para fins comerciais, desde que atribuam o devido crédito ao(s) autor(es) pela criação original.

Downloads

Não há dados estatísticos.