História da educação superior adventista: Brasil, 1969 – 1999
PDF

Palavras-chave

história
educação superior
adventista
Brasil
universidade
desenvolvimento
Unasp.

Como Citar

Stencel, R. (2007). História da educação superior adventista: Brasil, 1969 – 1999. Kerygma, 3(1), 59-60. Recuperado de https://revistas.unasp.edu.br/kerygma/article/view/272

Resumo

Esta pesquisa tem como propósito estudar a inserção e a dinâmica de expansão que caracterizaram a história da educação superior adventista no Brasil entre os anos de 1969 a 1999, apontando os fatores conjunturais que contribuíram para sua criação e desenvolvimento. Primeiramente, visa analisar os fenômenos que se manifestaram desde os primórdios da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD), partindo de sua gênese nos Estados Unidos da América (EUA) até sua chegada e desenvolvimento no Brasil. Num segundo momento, analisa os fatores contextuais que caracterizaram a história da educação superior brasileira, indicando o momento em que as confissões protestantes instalaram suas primeiras instituições de nível superior no Brasil nas últimas décadas do século 19. Tal contexto objetiva lançar os fundamentos históricos para se obter uma melhor compreensão quanto ao momento em que a IASD abre seu primeiro curso superior no País. Em terceiro lugar, a pesquisa examina o papel e a importância que a educação adventista exerceu no processo de desenvolvimento da IASD a partir da criação do Colégio Internacional em Curitiba, em 1896, até a concretização da proposta de abertura do primeiro curso de nível superior, Enfermagem, em 1969, no Instituto Adventista de Ensino (IAE), a consolidação do Centro Universitário Adventista de São Paulo (UNASP) e o ato de instalação do primeiro reitor do Centro Universitário Adventista de São Paulo em 1999 e os respectivos desdobramentos de outros cursos superiores que foram abertos em diversas instituições denominacionais em territórios brasileiros. Finalmente, o trabalho efetua uma análise quanto aos componentes extra e intradenominacionais que atuaram como agentes facilitadores ou inibidores na consecução do ideal quanto à abertura da universidade adventista no Brasil.

PDF

Declaro (amos) que a revista Kerygma está autorizada a publicar e alterar o texto inédito e original de minha (nossa) autoria, submetido para avaliação deste periódico, a fim de "maximizar a disseminação da informação". Concordo (amos) em compartilhar os direitos autorais a ele referentes com a Unaspress e com o Unasp, sendo que seu “conteúdo, ou parte dele, pode ser copiado, distribuído, editado, remixado e utilizado para criar outros trabalhos, sempre dentro dos limites da legislação de direito de autor e de direitos conexos”. 

Reconheço (Reconhecemos) ainda que Kerygma está licenciada sob uma LICENÇA CREATIVE COMMONS - ATTRIBUTION 4.0 INTERNATIONAL (CC BY 4.0) e que esta obra também estará licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, caso seja aceita e publicada.

Dito isto, PERMITO (PERMITIMOS) que as instituições citadas acima remixem, adaptem, criem e distribuam, a partir deste trabalho, mesmo que para fins comerciais, desde que atribuam o devido crédito ao (s) autor (es) pela criação original.

Downloads

Não há dados estatísticos.