Contribuições para o repensar a liderança e a inovação na gestão escolar

Versões

PDF

Palavras-chave

Diretor Escolar
Liderança participativa e democrática
Projeto político-pedagógico
Inovação educacional

Como Citar

Silva Barbosa, J. M. (2022). Contribuições para o repensar a liderança e a inovação na gestão escolar. Docent Discunt, 2(2), 60–76. https://doi.org/10.19141/2763-5163.docentdiscunt.v2.n2.p60-76 (Original work published 31º de dezembro de 2021)

Resumo

Este estudo buscou argumentar sobre as proximidades entre a liderança do diretor escolar e a gestão como espaço de tomada de decisões que subsidiará novos desafios e possibilidades de inovação em educação. Integrado a essa ideia, o objetivo foi incrementar uma discussão acerca dos temas propostos na busca de pressupostos teóricos postulados que impulsionam eixos condutores do trabalho da escola. Com esta investigação qualitativa, desenvolvida por meio de análise bibliográfica, estabelecemos inicialmente uma discussão sobre inovação em educação na tentativa de compreendermos a explicação do conceito para sua construção na gestão escolar. A segunda seção traz uma discussão a respeito da liderança do diretor, considerado o responsável pela nova organização do trabalho pedagógico em tempos de inovação em educação. Por fim, tecemos algumas considerações que sistematizam as principais ideias e que levantam algumas proposições sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e sua relação com a gestão escolar, sendo abertas expectativas acerca da liderança do diretor escolar para efetivação de seu ofício na escola e no currículo.

https://doi.org/10.19141/2763-5163.docentdiscunt.v2.n2.p60-76
PDF

Referências

ARROYO, M. G. Experiências de inovação educativa: o currículo na prática da escola. In: MOREIRA, A. F. B. (Org.). Currículo: políticas e práticas. Campinas: Papirus, 2013, p. 131-164.

CARVALHO, J. M. Práticas pedagógicas nas múltiplas redes educativas que atravessam os currículos. In: LIBÂNEO, J. C. ALVES, N. (Org.). Temas de pedagogia: diálogos entre didática e currículo. São Paulo: Cortez, 2012, p. 189-205.

CHIAVENATO, I. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organizações. 3. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

FERNANDES, P. T. Inovações curriculares: o ponto de vista de gestores de escolas do ensino básico em Portugal. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 27, n. 1, p. 181-210, abr. 2011. https://doi.org/10.1590/S0102-46982011000100009

LIBÂNEO, J. C. Organização e gestão da escola: teoria e prática. 5. Ed. Porto Alegre: Editora Alternativa, 2004.

LIBÂNEO, J. C.; OLIVEIRA, J. F.; TOSCHI, M. S. Educação escolar: políticas, estrutura e organização. São Paulo: Cortez, 2012.

LÜCK, H.; FREITAS, K. S.; GIRLING, R.; KEITH, S. A escola participativa: o trabalho do gestor escolar. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

LÜCK, H. Gestão participativa na escola. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

LÜCK, H. Concepções e processos democráticos de gestão educacional. Petrópolis, RJ: Vozes, 2013.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Metodologia do trabalho científico. São Paulo: Atlas, 2003.

OLIVEIRA, M. A. M.; SOUZA, M. I. S.; BAHIA, M. G. M. Projeto político-pedagógico: da construção à implementação. In: OLIVEIRA, M. A. M. (Org.). Gestão educacional: novos olhares, novas abordagens. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014, p. 40-53.

PEREZ, T. (Org.). BNCC: Base Nacional Comum Curricular na prática de gestão escolar e pedagógica. São Paulo: Editora Moderna, 2018.

TAVARES, F. G. O. O conceito de inovação em educação: uma revisão necessária. Educação, Santa Maria, v. 44, 2019. https://doi.org/10.5902/1984644432311

VEIGAS, I. P. A. Inovações e projeto político-pedagógico: uma relação regulatória ou emancipatória? Cadernos CEDES, Campinas, v. 23, n. 61, p. 267-281, dez. 2003. https://doi.org/10.1590/S0101-32622003006100002

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Docent Discunt

Downloads

Não há dados estatísticos.