Percepções do conflito entre judeus e cristãos no segundo século no diálogo com Trifão, de Justino Mártir
PDF

Palavras-chave

Judeus e cristãos
Estabelecidos e outsiders
Justino mártir
Império romano
Diálogo com Trifão.

Como Citar

Darius, F., & Souza, C. (2017). Percepções do conflito entre judeus e cristãos no segundo século no diálogo com Trifão, de Justino Mártir. Kerygma, 12(1), 73-87. Recuperado de https://revistas.unasp.edu.br/kerygma/article/view/865

Resumo

A instável relação entre judeus e cristãos elucida inúmeras interpretações quanto a causa, efeito e circunstância de divergência entre ambos. O presente trabalho tem como objetivo explanar a relação entre grupos de judeus e cristãos no contexto do
Império Romano para compreender as ferramentas sociais de composição do Diálogo. Como a obra cooperou para a desafeição entre judeus e cristãos? Inicialmente, pretende-se fazer um levantamento biográfico do autor do Diálogo. Logo após, buscase discutir alguns trechos da obra a partir de um debate historiográfico, dando margem ao terceiro tópico, a saber, o processo de dominação romana na Judeia, interferindo ou não nas relações entre judeus e cristão do segundo século.

 

PDF

Referências

ALLERT, C. D. Revelation, truth, Canon, and interpretation: studies in Justin Martyr's Dialogue with Trypho. Leiden: Brill, 2002. (Vigiliae Christianae, 64).

BOYARIN, D. This we know to be the carnal Israel: circumcision and the erotic life of God and Israel. Criticai Inquiry, v. 18, n. 3, 1992.

BUENO, D. R. Martirio de San Justino y de sus comparieros. In: Acta de los Martires. Madrid: Biblioteca de Autores Cristianos (BAC), 2002.

CAIRNS, E. E. O cristianismo através dos séculos: uma história da igreja cristã. São Paulo: Vida Nova, 2008.

CHARTIER, R. A história cultural: entre práticas e representações. Lisboa: DIFEL, 1990.

ELIADE, M. Mito e realidade. São Paulo: Perspectiva, 2002.

ELIAS, N.; SCOTSON, J. L. Os estabelecidos e os outsiders. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2000.

FELDMAN, S. A. Rei ungido a redentor da humanidade: a evolução do conceito de messias. In: SILVA, G. V., NADER, M. B., FRANCO, S. P. (Orgs.). As identidades no tempo: ensaios de gênero, etnia e religião. Vitória: EDUFES, 2006.

FLUSSER, D. O judaísmo e as origens do cristianismo. Rio de Janeiro: Imago, 2002. v. 3.

FORTES, T. Rabi Akiva e Bar Kokhva: o sonho messiânico. Tese. (Doutorado). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.

GIANDOSO, D. M. O Diálogo com Trifão de São Justino mártir e a relação entre judeus e cristãos. Dissertação. (Mestrado em Teologia). Universidade de São Paulo, Faculdade de filosofia, letras e ciências humanas, 2011.

GONZÁLEZ, J. L. História ilustrada do cristianismo: a era dos mártires até a era dos sonhos frustrados. São Paulo: Vida Nova, 1995.

GOODMAN, M. Rome and Jerusalem: the clash of ancient civilizations. Nova Iorque: Vintage Books, 2007.

HEKSTER, O. Rome and its Empire, AD 193-284. Edinburgh: Edinburgh University Press 2008.

HOENIG, S. The Covenant of Abraham. The Jewish Quarterly Review, v. 53, n. 4, abr. 1963.

HOPKINS, K. Movilidad de la elite en el Imperio Romano. In: FINLEY, M. I. Estudios sobre história antigua. Madrid. Akal Editor, 1981.

HORSLEY, R. A.; HANSON, J. S. Bandidos, profetas e messias: movimentos populares no tempo de Jesus. São Paulo: Paulus, 1995.

JUSTINO, S. Dialogo con Trifon. In: BUENO, D. R. Padres Apostolicos y Apologistas Griecos. Madrid: Biblioteca de Autores Cristianos, 2002.

LAGRANGE, J. Saint justin: philosophe, martyr. Paris: Victor Lecoffre, 1914.

MARCZYK, M. Diálogo entre Justino de Roma e o judeu Trifão. In: Congresso Internacional da ABRALIC: Tessituras, Interações, Convergências, 11., 2008, São Paulo. Anais … São Paulo: USP, 2008. Disponível em: <http://bit.ly/2ld9B9a>. Acesso em: 06 set. 2016.

MODRZEJEWSKI, J. M. Roman Law and Jewish Identity. In: OPPENHEIMER, A.; MOR, M; PASTOR, J. SCHWARTZ, D. Jews and Gentiles in the Holy Land in the Days of the Second Temple, the Mishnah and Talmud. Jerusalem: Yad Ben-Zvi Press, 2003.

OSBORN, E. F. Justin Martyr. Tubigen: BHT Gerhard Ebeling, 1973.

PERA, J. S. O anti-judaísmo de Justino Mártir no diálogo com Trifão. Dissertação. (Mestrado em Teologia). Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciências Humanas e Naturais, Vitória, 2009.

PETIT, P. Histoire generale de I'Empire romain. Le Haut-Empire (27 avant J.-C. -161 apres J.-C.). Paris: Editions du Seuil, 1975.

PIGANIOL, A. Histoire de Rome. Paris: [s. n.], 1961.

SCARDELAI, D. Movimentos messiânicos no tempo de Jesus: Jesus e outros profetas. São Paulo: Paulus, 1998.

SILVA, T. T. (Org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis: Vozes, 2006.

STE CROIX, G. M. Por quo fueron perseguidos los primeros cristianos? In: FINLEY, M. I. Estudios sobre história antigua. Madrid: Akal Editor, 1981.

VIELHAUER, P. História da Literatura Cristã Primitiva. Santo André: Academia Cristã, 2005.

VINZENT, M. Rome. In: MITCHELL, M.; YOUNG, F. The Cambridge History of Christianity: origins to Constantine. Cambridge: Cambridge University Press, 2006.

ZITZKE, A. Amor divino na carta aos romanos: análise histórica, exegética e sistemática da entrega de cristo em textos selecionados. Tese. (Doutorado em Teologia). Escola Superior de Teologia, Programa de pós-graduação, São Leopoldo, 2011.

Copyright (c) 2017 Kerygma

Downloads

Não há dados estatísticos.