Aspectos redacionais no pentateuco: acréscimos escribais para atualização e explicação do texto

Autores

  • Ozeas C. Moura

Palavras-chave:

Pentateuco, Escriba, Inserção, Atualização.

Resumo

Há basicamente três idéias sobre o texto do Pentateuco: (1) Moisés escreveu tudo o que está nele (incluindo o capítulo 34 de Deuteronômio, que trata de sua morte), (2) Moisés não escreveu nada. O texto do Pentateuco é fruto de compilação levada a efeito “por Esdras e seus assistentes na Babilônia, fazendo uso duma coletânea heterogênea de matérias escritas, provindas do período pré-exílico” (ARCHER, 1991, p. 483). Gunkel, por sua vez, supunha “que os livros de Moisés chegaram à forma escrita só na época do Exílio” (ARCHER, 1991, p. 482); e (3) o Pentateuco é de autoria mosaica, mas alguns versos são inserções escribais, visando ajudar o
leitor a entender melhor o texto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARCHER JR., G. L. merece confiança o antigo testamento? São Paulo: Vida Nova, 1991.

DE PURY, A. (org.). O pentateuco em questão. Petrópolis: Vozes, 1996.

NICHOL, F. D., ed. Seventh-day adventist bible commentary, v. 8. Mountain View: Pacific Press Publishing Association, 1979.

Downloads

Publicado

2011-03-07

Como Citar

MOURA, O. C. Aspectos redacionais no pentateuco: acréscimos escribais para atualização e explicação do texto. Kerygma, Engenheiro coelho (SP), v. 7, n. 1, p. 136–142, 2011. Disponível em: https://revistas.unasp.edu.br/kerygma/article/view/160. Acesso em: 26 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos