Lc 1:67-79: O cântico de zacarias sob a perspectiva da análise retórica bíblica semítica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19141/1809-2454.kerygma.v18.n1.pe1579

Palavras-chave:

Lucas 1:67-79, Cântico de Zacarias, Benedictus, Jesus, João Batista

Resumo

Há séculos o Cântico de Zacarias (Lc 1:67-79), conhecido também como Benedictus, é lido, entoado e orado por cristãos de diferentes denominações. O texto, que está cheio de alusões e ecos do Antigo Testamento, rende um preito de gratidão a Deus por cumprir Suas promessas do passado, por meio da vinda do Messias, cujo precursor é o filho do Sacerdote Zacarias, João Batista. Este hino, que se encontra no chamado Evangelho da Infância de Lucas (Lc 1:5-2:52), trata-se de uma linda e rica poesia semita com sotaque lucano. O Benedictus aborda alguns temas bíblico-teológicos muito caros ao cristianismo, tais quais a doutrina do Espírito Santo (pneumatologia, v. 67), a doutrina de Cristo (cristologia, vv. 68ab, 76b, 78-79), a doutrina da salvação (soteriologia, vv. 68c-69, 71, 73b-75, 77), a teologia das alianças (vv. 69, 70, 72-73), o conceito de misericórdia divina (vv. 72a, 78a) e a missão de João Batista (vv. 76-77), e o mais importante, o cumprimento da fidelidade e das promessas divinas, feitas a Seu povo, no AT sobre a vinda do Messias. Este artigo procura analisar todos estes aspectos da perícope – histórico, linguístico, intertextual e teológico – aplicando, para isto, o Método da Análise Retórica Bíblica Semítica. Ao término, nas Considerações Finais, são feitas aplicações práticas, de cunho pastoral, sobre a passagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ygor Almeida, Centro Universitário Adventista de São Paulo - UNASP, São Paulo, (Brasil)

Mestre em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica -  PUC, Rio de Janeiro, (Brasil). Pastor - Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Waldecir Gonzaga, Pontifícia Universidade Católica - PUC, Rio de Janeiro, (Brasil)

Mestre em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Católica - PUC, Rio de Janeiro, (Brasil). Doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana, Roma, (Itália). Diretor e Professor de Teologia Bíblica do Departamento de Teologia da Pontifícia Universidade Católica - PUC, Rio de Janeiro.

Referências

AGAZZI, P.; VILARDO, M. Hellenistí: grammatica dela lingua greca – manuale. Bologna: Zanichelli, 2002.

ALAND, K.; ALAND, B.; KARAVIDOPOULOS, J.; MARTINI, C. M.; METZGER, B. O Novo Testamento Grego. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 2018. 5ª Ed.

ALAND, K.; ALAND, B. O Texto do Novo Testamento: introdução às edições científicas do Novo Testamento Grego, bem como à teoria e prática da moderna crítica textual. Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 2013.

ALETTI, J.-N. El evangelio de Lucas y las Escrituras de Israel: la importancia de la tipología en Lucas. Estella, Navarra, Espanha: Editorial Verbo Divino, 2019.

BACHMANN, H.; SLABY, W. A. Konkordanz zum Novum Testamentum Graece von Nestle-Aland 26. Auflage und zum Greek New Testament, 3rd Edition. Berlim; Nova York: Walter de Gruyter, 1980.

BEALE, G. K. Manual do Uso do Antigo Testamento no Novo Testamento: exegese e interpretação. São Paulo: Vida Nova, 2013.

BLASS, F.; DEBRUNNER, A. A Greek Grammar of the New Testament and other early Christian literature. Chicago: The University of Chicago Press, 1961.

BOENING, H. R. Liturgia das Horas. São Leopoldo, RS. 2003. 55 p. Dissertação. Faculdade de Teologia, Escola Superior de Teologia.

BORING, M. E. Introdução ao Novo Testamento: história, literatura e teologia – cartas católicas, sinóticos e escritos joaninos. Santo André, SP: Academia Cristã; São Paulo: Paulus, 2016. v. 2.

BOVON, F. El Evangelio Segun San Lucas: Lc 1-9. Salamanca: Ediciones Sigueme, 1995. v. I.

BROWN, R. E. O Nascimento do Messias: comentário das narrativas da infância nos evangelhos de Mateus e Lucas. São Paulo: Paulinas, 2005.

CARMONA, A. R.; MONASTERIO, R. A. Evangelhos Sinóticos e Atos dos Apóstolos. CARO, J. M. S.; ADÁNEZ, A. F.; MONASTERIO, R. A.; BARRERA, J. T.; OPORTO, S. G. (Dirs.). Introdução ao Estudo da Bíblia. 5ª Ed. São Paulo: Editora Ave Maria, 2012. v. 6.

CHAMPLIN, R. N. Lucas. In: CHAMPLIN, R. N. O Novo Testamento Interpretado versículo por versículo. São Paulo: Hagnos, 2002. v. 2. p. 1-250.

CHAMPLIN, R. N. Enciclopédia de Bíblia, Teologia e Filosofia. São Paulo: Hagnos, 2013. v. 1.

DILLON, R. J. A Narrative Analysis of the Baptist’s Nativity in Luke 1. The Catholic Biblical Quarterly, v. 79, n. 2, abr. 2017, p. 240-260.

ELLIGER, K.; RUDOLPH, W. (Eds.). Bíblia Hebraica Stuttgartensia. 5ª Ed. Stuttgart: Deutsche Bibelgesellschaft, 1997.

FABRIS, R. O Evangelho de Lucas. In: FABRIS, R.; MAGGIONI, B. Os Evangelhos. 4ª Ed. São Paulo: Edições Loyola, 2006. v. II. p. 10-247.

FITZMEYER, J. A. El Evangelio Según Lucas. Madrid: Ediciones Cristiandad, 1987. v. 2.

FOERSTER, W. kéras. In: KITTEL, G.; FRIEDRICH, G. Theological Dictionary of the New Testament. Grand Rapids, MI: William B. Eerdmans Publishing Company; Exeter, Devonshire, Reino Unido: The Paternoster Press Ltda., 1985. p. 378-379.

GINGRICH, F. W. Shorter Lexicon of the Greek New Testament. 2ª Ed. Chicago, Londres: The University of Chicago Press, 1979.

GONZAGA, W. A Sagrada Escritura, a alma da sagrada teologia. MAZZAROLO, I.; FERNANDES, L. A.; LIMA, M. L. C. (Orgs.). Exegese, Teologia e Pastoral: relações, tensões e desafios, Rio de Janeiro: PUC-Rio; Santo André: Academia Cristã, 2015, p. 201-235.

GONZAGA, W. “Nascido de Mulher” (Gl 4,4). Horizonte, Belo Horizonte, MG, v. 17, n. 53, p. 1194-1216, maio/ago. 2019. Doi: https://doi.org/10.5752/P.2175-5841.2019v19n53p1194.

GONZAGA, W.; BELÉM, D. F. Salmo 24: proposta de solução exegética através da Análise Retórica Bíblica Semítica. Interações, v. 15, n. 2, p. 386-409, jul.-dez. 2020.

GONZAGA, W.; ALMEIDA FILHO, V. S., Misericórdia: uma expressão do amor entranhado de Deus. Uma leitura linguística e teológica de Lc 7,11-17. Pesquisas em Teologia, Rio de Janeiro, v.3, n.6, jul./dez. 2020 p. 285-312.

GONZAGA, W.; FURGHESTTI, J. M. Exegese do Salmo 72 à Luz da Análise Retórica Bíblica Semítica: um rei que espelha o coração de Deus. Cultura Teológica. Ano XXIX, n. 99, p. 315-346, mai.-ago. 2021.

GONZAGA, W. A estrutura literária da Carta aos Gálatas à luz da Análise Retórica Bíblica Semítica. ReBiblica, Rio de Janeiro, v. 2, n. 3, jan./jun. 2021, p. 9-41.

GONZAGA, W.; SILVA, Y. A. C. O Rei-Sacerdote: O Salmo 110 sob a perspectiva da Análise Retórica Bíblica Semítica. In: GONZAGA, W. et alii. In: Salmos na perspectiva da Análise Retórica Bíblica Semítica. Rio de Janeiro: Editora PUC-Rio; Letra Capital, 2022, p. 233-279.

GREEN, J. B. The Gospel of Luke. STONEHOUSE, N. B.; BRUCE, F. F.; FEE, G. D. (Eds.). The New International Commentary on the New Testament. Grand Rapids, MI; Cambridge: William B. Eerdmans, 1997.

GRUNDMANN, W. Das Evangelium nach Lukas. Berlim: Evangelische Verlagsanstalt, 1974.

HAYS, R. B. Echoes of Scripture in the Letters of Paul. New Haven e Londres: Yale University Press, 1989.

HENDRIKSEN, W. Lucas. São Paulo: Editora Cultura Cristã, 2003.

HENRY, M. Marcos-Lucas. Comentario Exegético-Devocional a Toda la Biblia. Barcelona: Editorial CLIE, 1983.

JUST JR., A. A. (Ed.). Evangelio Según San Lucas. In: ODEN, T. C. (Ed. Ger.). La Biblia Comentada por los Padres de la Iglesia y otros autores de la época patrística: Nuevo Testamento. 2ª Ed. Madrid: Ciudad Nueva, 2016. v. 3.

KARRIS, R. J. O Evangelho Segundo Lucas. In: BROWN, R. E.; FITZMEYER, J. A.; MURPHY, R. E. (Eds.). Novo Comentário Bíblico São Jerônimo: Novo Testamento e artigos selecionados. Santo André, SP: Academia Cristã; São Paulo: Paulus, 2011. p. 217-308.

KÖSTENBERGER, A. J.; KELLUM, L. S.; QUARLES, C. L. Introdução ao Novo Testamento: a manjedoura, a cruz e a coroa. São Paulo: Vida Nova, 2022.

LARONDELLE, H. K. Nosso Criador Redentor: introdução à teologia bíblica da aliança. Engenheiro Coelho, SP: UNASPRESS, 2016.

LAURENTIN, R. I Vangeli dell’infanzia di Cristo: la veritá del Natale al di là dei miti. Milão: Edizioni Paoline S. R. L., 1986.

LIDDELL, H. G.; SCOTT, R. A Greek-English Lexicon. Oxford: Claredon Press, 1996.

LITWAK, K. D. Echoes of the Scripture in Luke-Acts: telling the history of God’s people intertextually. Londres, Nova York: T & T Clarck International, 2005.

LIVRO de Oração Comum: administração dos sacramentos e outros ritos e cerimônias conforme o uso da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil com o Saltério e seleção de salmos litúrgicos. Porto Alegre, RS: Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, 2015.

MARGUERAT, D. O Evangelho Segundo Lucas. In: MARGUERAT, D. (Org.). Introdução ao Novo Testamento. 3ª Ed. São Paulo: Loyola, 2015. p. 107-130.

METZGER, B. M. A Textual Commentary on the Greek New Testament. Stuttgart, Alemanha: Deutsche Bibelgesellschaft, 1994.

MEYNET, R. A análise retórica: um novo método para compreender a Bíblia. Brotéria, 137, p. 391-408, 1993.

MEYNET, R. I frutti dell’analisi retorica per l’esegesi biblica. Gregorianum, v.77, n.3, p. 403-436, 1996.

MEYNET, R. Rhetorical Analysis: an introduction to biblical rhetoric. Bath, Inglaterra: Sheffield Academic Press, 1998.

MEYNET, R. Luke: the Gospel of the children of Israel. Roma: Gregorian and Biblical Press, 2015.

MEYNET, R. La retorica biblica. Atualidade Teológica, Rio de Janeiro, v.24, n. 65, p. 431-468, mai./ago.2020. Doi: https://doi.org/10.17771/PUCRio.ATeo.49825.

MORRIS, L. L. Lucas: introdução e comentário. Série Cultura Bíblica. São Paulo: Vida Nova, 1983.

MOUNCE, W. D. Léxico Analítico do Novo Testamento Grego. São Paulo: Vida Nova, 2013.

NESTLE-ALAND. Novum Testamento Graece. Stuttgart, Alemanha: Deutsche Bibelgesellschaft, 2012; Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 2018. 28ª Ed.

NICHOL, F. D. Lucas. In: NICHOL, F. D. (Ed.). Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia. Tatuí, SP: Casa Publicadora Brasileira, 2013. v.4. pp. 725-980.

NOLLAND, J. Luke 1:1-19:20. Word Biblical Commentary. Dallas, TX: Publisher Word Books, 1989. v. 35A.

OMANSON, R. L. Variantes Textuais do Novo Testamento. Barueri: SBB, 2010.

ORÍGENES de Alexandria. Homilias Sobre o Evangelho de Lucas. São Paulo: Paulus, 2016.

PAO, D. W.; SCHNABEL, E. J. Lucas. In: BEALE, G. K.; CARSON, D. A. (Orgs.). Comentário Bíblico do Uso do Antigo Testamento no Novo Testamento. São Paulo: Vida Nova, 2014. p. 317-520.

PAROSCHI, W. Crítica Textual do Novo Testamento. São Paulo: Vida Nova, 2007.

PAROSCHI, W. Origem e Transmissão do Texto do Novo Testamento. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 2012.

PÉREZ MILLOS, S. Comentario Exegético al Texto Griego del Nuevo Testamento. Barcelona: Editorial CLIE, 2017.

RAHLFS, A.; HANHART, R. (Eds.). Septuaginta. Stuttgart, Alemanha: Deutsche Bibelgesellschaft, 2006.

REILING, J.; SWELLENGREBEL, J. L. A Translator’s Handbook on the Gospel of Luke. Helps for Translators prepared under the auspices of the United Bible Societies. Leiden, Holanda: E. J. Brill, 1971. v. X.

SEAL, D. We Have Been Visited: Divine encounter through the Lukan Benedictus. The Biblical Annals, v. 11, n. 2, p. 231-246, 2021.

SCHMID, J. El Evangelio Según San Lucas. WIKENHAUSER, A.; KUSS, O. (Dirs.). Comentario de Ratisbona al Nuevo Testamento. Barcelona: Editorial Herder, 1968.

SCHNELLE, U. Introdução à Exegese do Novo Testamento. São Paulo: Loyola, 2004.

SIQUEIRA, R. W. L’alliance en Daniel 9:24-27. Dissertação de Mestrado. 115 p. Faculdade Adventista de Teologia, Collonges-sous-Salève, França, out. 1986.

STUHLMUELLER, C. Evangelho de Lucas. São Paulo: Edições Paulinas, 1975.

TANNEHILL, R. C. Luke. Abingdon New Testament Commentaries. Nashville, TN: Abingdon Press, 1996.

TAYLOR, J. B. chifre. In: DOUGLAS, J. D. (Ed.). O Novo Dicionário da Bíblia. Edição Revisada. São Paulo: Vida Nova, 2006. p. 228.

THE DIVINE Office. Disponível em:

< https://www.orthodoxmanchester.org.uk/thedivineoffice.htm>. Acesso em 09 mai. 2023.

VETNE, R. The Influence and Use of Daniel in the Synoptic Gospels. Tese Doutoral. 318 p. Seminário Teológico Adventista do Sétimo Dia, Andrews University, Battle Creek, MI, jul. 2011.

WEBER, R.; GRYSON, R. (Eds.). Biblia Sacra Vulgata. Iuxta Vulgatam Versionem. Editio Quinta. Stuttgart: Deutsche Bibelgesellschaft, 2007.

WEGNER, U. Exegese do Novo Testamento: manual de metodologia. São Leopoldo: Sinodal; São Paulo: Paulus, 1998.

Publicado

2023-08-18

Como Citar

ALMEIDA, Y.; GONZAGA, W. Lc 1:67-79: O cântico de zacarias sob a perspectiva da análise retórica bíblica semítica. Kerygma, Engenheiro coelho (SP), v. 18, n. 1, p. e1579, 2023. DOI: 10.19141/1809-2454.kerygma.v18.n1.pe1579. Disponível em: https://revistas.unasp.edu.br/kerygma/article/view/1579. Acesso em: 26 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Dinâmicas Religiosas no Contexto Bíblico

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)