O diálogo inter-religioso e o lugar da IASD
PDF

Palavras-chave

Diálogo inter-religioso
Ecumenismo
Igreja Adventista do Sétimo Dia
Apocalipse 13 e 16

Como Citar

Aguiar, A. (2012). O diálogo inter-religioso e o lugar da IASD. Kerygma, 8(1), 13-36. Recuperado de https://revistas.unasp.edu.br/kerygma/article/view/117

Resumo

O pluralismo religioso toma por pressuposto que todas as religiões são verdadeiras e igualmente válidas, exigindo que cada tradição abandone o proselitismo em prol de um bem comum maior. Os a dventistas, por outro lado, não compactuam com essa sugestão ecumênica por possuir uma mensagem específica destinada “a toda nação, tribo, língua e povo” (Ap 14:6). Participar dos critérios exigidos no diálogo inter-religioso é abrir mão da razão da sua existência e dar vazão à contrafação satânica que ameaça a igreja nos últimos dias (Ap 13-16). A dura mensagem, porém, não possui teor de intransigência
ou estreiteza, mas um convite à consideração sincera das verdades bíblicas.

PDF

Referências

BERGER, P. O dossel sagrado: elementos para uma teoria sociológica da religião. São Paulo: Paulus, 1985.

BERMAN, M. Tudo que é sólido desmancha no ar: a aventura da modernidade. São Paulo: Companhia das Letras, 1986.

BORGES, M. Nos bastidores da mídia: como os meios de comunicação afetam a mente. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, 2005.

FREEDMAN, D. N. The Anchor Bible Dictionary. New York: Doubleday, 1996, v. 04.

GEFFRÉ, C. Crer e interpretar. Petrópolis: Vozes, 2004.

GUIMARÃES ROSA, J. Grande Sertão: veredas. São Paulo: Nova Fronteira, 2006.

HICK, J. Teologia cristã e pluralismo religioso. São Paulo: Attar Editorial, 2005.

______.Deus, Jesus e o pluralismo religioso. Revista do Instituto Humanitas Unisinos, ano 7, 2007. Disponível em: <http://bit.ly/Jgb94J>. Acesso em: 21/jun/2011.

JOHNSSON, W. G. The saint´s end-time victory over the forces of evil. In: HOLBROOK, F. B. Symposium on Revelation: exegetical and general studies. Hagerstown, Maryland: Review and Herald Publishing Association, 1992. (Daniel and Revelation Committee Series, 7).

_______.Hebrews: an overview. In: HOLBROOK, F. B. Symposium on Revelation: exegetical and general studies. Hagerstown: Review and Herald Publishing Association, 1989. (Daniel and Revelation Committee Series, 4).

KRAMER, R. O pluralismo religioso na visão do francês Claude Geffré. Assecom, Recife, ano 8. Disponível em: <http://bit.ly/KI8dzJ>. Acesso em: 29/jun/2011.

LARONDELLE, H. K. Babylon: anti-christian empire. In: HOLBROOK, F. B. Symposium on Revelation: exegetical and general studies. Hagerstown: Review and Herald Publishing Association, 1992, v. 07.

LISPECTOR, C. A paixão segundo G. H. Rio de Janeiro: Rocco, 1997.

MAXWELL, C. M. Uma nova era segundo as profecias do Apocalipse. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, 2006.

NICHOL, F. D. (Ed.) The Seventh-day Adventist Bible Commentary. Washington: Review and Herald, 1978, v. 4.

NIETZSCHE, F. A gaia ciência. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

RO, B. R. The unique Christ in our pluralistic world. Seoul: World Evangelical Fellowship Theological Commission, 2000.

SBARDELOTTO, M. Não haverá paz no mundo sem teologia do pluralismo religioso: entrevista especial com José María Vigil. Eterno, 2011. Disponível em: <http://bit.ly/Kk6dyg>. Acesso em: 07/jul/2011.

SIRE, J. O universo ao lado: um catálogo básico sobre cosmovisão. São Paulo: Hagnos, 2009.

STEFANOVIC, R. Revelation of Jesus Christ: commentary on the book of Revelation. Berrien Springs: Andrews University Press, 2002.

TEIXEIRA, F. O desafio do pluralismo religioso para a teologia latino-americana. In: Iser Assessoria: religião, cidadania e democracia [s. d.]. Disponível em: <http://bit.ly/Kk2eSs>. Acesso em: 21/jun/2011.

TEMPESTA, O. John Hick e o pluralismo religioso: entrevista com Faustino Teixeria e Michael Amaladoss. Inter-Religiões, [s. d.]. Disponível em: <http://bit.ly/KOVSx7>. Acesso em: 21/jun/2011.

TIMM, A. O santuário e as três mensagens angélicas: fatores integrativos no desenvolvimento das doutrinas adventistas. Engenheiro Coelho: Unaspress, 2009.

______. História da Igreja Adventista do Sétimo Dia. São Paulo: SALT - Seminário Latino Americano de Teologia, 1988.

WHIDDEN, W. et al. A Trindade: como entender os mistérios da pessoa de Deus na Bíblia e na história do cristianismo. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, 2006.

WHITE, E. G. Mensagens escolhidas. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, 1980, v. 3.

______. O Grande conflito: acontecimentos que mudarão o seu futuro. São Paulo: Casa Publicadora Brasileira, 2003.

______. Olhando para o alto. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, 1983.

______. Primeiros escritos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, 1991.

______. Testemunhos seletos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, 1985, v. 2.

Declaro (amos) que a revista Kerygma está autorizada a publicar e alterar o texto inédito e original de minha (nossa) autoria, submetido para avaliação deste periódico, a fim de "maximizar a disseminação da informação". Concordo (amos) em compartilhar os direitos autorais a ele referentes com a Unaspress e com o Unasp, sendo que seu “conteúdo, ou parte dele, pode ser copiado, distribuído, editado, remixado e utilizado para criar outros trabalhos, sempre dentro dos limites da legislação de direito de autor e de direitos conexos”. 

Reconheço (Reconhecemos) ainda que Kerygma está licenciada sob uma LICENÇA CREATIVE COMMONS - ATTRIBUTION 4.0 INTERNATIONAL (CC BY 4.0) e que esta obra também estará licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, caso seja aceita e publicada.

Dito isto, PERMITO (PERMITIMOS) que as instituições citadas acima remixem, adaptem, criem e distribuam, a partir deste trabalho, mesmo que para fins comerciais, desde que atribuam o devido crédito ao (s) autor (es) pela criação original.

Downloads

Não há dados estatísticos.