A aliança do sinai como base de interpretação de Oséias 1:2 -2:1
PDF

Palavras-chave

aliança
Oséias
pregação profética
sabedoria
ética revolucionária
culto.

Como Citar

Mello, J. (2006). A aliança do sinai como base de interpretação de Oséias 1:2 -2:1. Kerygma, 2(2), 40. Recuperado de https://revistas.unasp.edu.br/kerygma/article/view/300

Resumo

A base da pregação profética em Israel tem sido objeto de um acalorado debate entre os teólogos do Antigo Testamento e, evidentemente, o livro do profeta Oséias não foi excluído dessa discussão. Poderia o conceito da aliança do Sinai ser a base da pregação profética de Oséias, como sugerida por alguns autores da atualidade? Ou deveria se optar por uma outra possibilidade? É objetivo deste trabalho verificar essa questão no contexto do debate teológico sobre esse livro profético. O método de análise utilizado no decorrer do trabalho é unicamente literário, e não histórico ou teológico. Utiliza-se nessa pesquisa uma abordagem terminológica e intertextual. Portanto, por meio de uma análise de termos, frases e idéias presentes na seção escolhida do livro de Oséias, verifica-se se existe ou não um relacionamento entre o conteúdo dessa seção com o tema da aliança, ou se ela está fundamentada em outro tema ou contexto teológico do Antigo Testamento.

PDF

Referências

Allmen, J. D. Von. Vocabulário Bíblico. 3ª edição. São Paulo: Aste, 2001.

Andersen, Francis I. e Daniel N. Freedman. Hosea. 2ª edição. The Anchor Bible, vol 24.

Garden City, NY: Doubleday & Company, 1980.

Archer, Gleason L. Merece Confiança o Antigo Testamento? São Paulo: Vida Nova, 1991.

Bíblia de Estudo Almeida, Revista e Atualizada. 2ª edição. Traduzida por João Ferreira de Almeida. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 1997.

Blanchard, Kathleen. Biblia de Jerusalén. Madrid: Desclée de Brouyer, 1966.

Blenkinsoop, Joseph. A History of Prophecy in Israel. Philadelphia: The

Westminster Press, 1983.

Calvin. John. Calvin’s Commentaries: The Minor Prophets. Philadelphia:

Associated Publishers and Authors.

Chisholm Jr, Robert B. Interpreting the Minor Prophets. Grand Rapids, MI: Zondervan Publishing House, 1990.

Clarke, Adam. The Old Testament–Isaiah to Malachi. 4 vols. New York:

Abindon-Cokesbury, 1932.

Champlin, R. N. O Antigo Testamento interpretado versículo por versículo. 5 vols. 2ª edição. São Paulo: Hagnos, 2001.

Dicionário bíblico Vida Nova. Editado por Derek Willians. Edição revisada. São Paulo: Vida Nova, 2000. Ver “aliança”.

Enciclopédia histórica –teológica da Igreja Cristã. Editado porWalter A. Elwell. Edição revisada. São Paulo: Vida Nova, 1992. Ver “aliança”.

Feinberg, Charles L. Os Profetas Menores. São Paulo: Vida Nova, 1988.

Hasel, Gehard F. Covenant in blood. Mountain View, CA: Pacific Press, 1982.

Hubbard, David Allan. Hosea – An Introduction and Commentary. Leicester: Inter –Varsity, 1989.

Koch, Klaus. The Prophets: The Assyrian Period. Philadelphia: Fortress Press, 1982.

Martin, R. P. “Worship”. The International Standard Bible Encyclopedia. Editado por Geoffrey W. Bromiley e outros. Fully revised ed. Grand Rapids, MI: William B. Ferdmans, 1991. 4:1117-1133.

Mays, James L. Interpreting the Prophets. Philadelphia: Fortress Press, 1987.

McCarthy, Dennis J. “Oseas”. Comentário bíblico San Jerônimo, ed. Raimond E. Brown, 1:675-704. Madrid: Ediciones Cristiandad, 1972.

Mendenhall, G. E. e Gary A. Herion. “Covenant”. The Anchor Bible Dictionary. Editado por David Noel Feredman e outros. New York: Doubleday, 1992. 1:1179 -1202.

Nichol, Francis D., ed. The Seventh-Day Adventist Bible Commentary. 7 vols. Whashington, DC: Review and Herald, 1985.

O Novo Dicionário da Bíblia. Editado por J. D. Douglas. Edição revisada 3vols. 3ª edição. São Paulo: Vida Nova, 1981. Ver “aliança”.

Robertson, O. Palmer. The Christ of the Covenants. Phillipsburg, NJ: Presbyterian and Reformed Publishing Co., 1980.

Robinson, Jorge L. Los Doce Profetas Menores. 2ª edição. Nova York: Casa Bautista de Publicaciones, 1955.

Ryrie, Charles Caldwel. A Bíblia anotada. São Paulo: Mundo Cristão, 1991.

Schultz, Samuel. J. A História de Israel no A.T. São Paulo:Vida Nova.1995.

Silva, Horne P. Estudos sobre Profetas Menores. 3ª edição. Santo Amaro: Instituto Adventista de Ensino, 1986.

Siqueira, Reinaldo W. The Presence of the Covenant Motif in Amos 1:2-2:16. Ph.D. dissertation, Andrews University, 1996.

Schökel, Luis Alonso. Profetas: Ezequiel-Doce Profetas Menores-Daniel-

Jeremias. Madrid: Cristiandad, 1980.

Stuart, Douglas. Hosea – Jonah. Word Biblical Commentary. vol. 31. Waco, TX: Word Books Publisher, 1987.

Westermann, Claus. Basic Forms of Prophetic Speech. London: Lutterworth, 1991.

Wolff, Hans Walter. A Commentary on the Book the Prophet Hosea. Philadelphia: Fortress Press, 1977.

_________. “Prophecy from the Eight Through the Fifth Century”. In: James L. Mays, ed. Interpreting the Prophets. Philadelphia: Fortress Press, 1987.

Wood, Leon J. “Hosea”. The Expositor’s Bible Commentary, ed. Frank E. Gaebelein e outros. 7: 161-225. Grand Rapids, MI: Zondervan Publishing House, 2000.

Declaro (amos) que a revista Kerygma está autorizada a publicar e alterar o texto inédito e original de minha (nossa) autoria, submetido para avaliação deste periódico, a fim de "maximizar a disseminação da informação". Concordo (amos) em compartilhar os direitos autorais a ele referentes com a Unaspress e com o Unasp, sendo que seu “conteúdo, ou parte dele, pode ser copiado, distribuído, editado, remixado e utilizado para criar outros trabalhos, sempre dentro dos limites da legislação de direito de autor e de direitos conexos”. 

Reconheço (Reconhecemos) ainda que Kerygma está licenciada sob uma LICENÇA CREATIVE COMMONS - ATTRIBUTION 4.0 INTERNATIONAL (CC BY 4.0) e que esta obra também estará licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, caso seja aceita e publicada.

Dito isto, PERMITO (PERMITIMOS) que as instituições citadas acima remixem, adaptem, criem e distribuam, a partir deste trabalho, mesmo que para fins comerciais, desde que atribuam o devido crédito ao (s) autor (es) pela criação original.

Downloads

Não há dados estatísticos.