A leitura cristocêntrica do antigo testamento: uma análise de colossenses 1:13-20
PDF

Palavras-chave

Cristologia
Novo Testamento
Hermenêutica.

Como Citar

Silva, R. (2007). A leitura cristocêntrica do antigo testamento: uma análise de colossenses 1:13-20. Kerygma, 3(1), 43-48. Recuperado de https://revistas.unasp.edu.br/kerygma/article/view/276

Resumo

Alguns acadêmicos minimalistas têm sugerido que os primeiros teólogos do Cristianismo, com severo acento em Paulo, forjaram uma hermenêutica artificial e anti-semita do gênio da literatura hebraica. Logo, teriam forçado o Antigo Testamento a emitir conceitos, sobretudo cristológicos, que jamais poderiam ter sido aceitos por seus autores originais. No entanto, uma atenta verificação das várias escolas interpretativas do primeiro século, aponta-nos que essa leitura enfaticamente messiânica ou cristocêntrica das Escrituras Hebraicas não era característica única dos primeiros cristãos. Neste trabalho, analiso brevemente uma dessas muitas aproximações cristológicas do Antigo Testamento, tomando por base o texto grego de Colossenses 1:13-20.
PDF

Declaro (amos) que a revista Kerygma está autorizada a publicar e alterar o texto inédito e original de minha (nossa) autoria, submetido para avaliação deste periódico, a fim de "maximizar a disseminação da informação". Concordo (amos) em compartilhar os direitos autorais a ele referentes com a Unaspress e com o Unasp, sendo que seu “conteúdo, ou parte dele, pode ser copiado, distribuído, editado, remixado e utilizado para criar outros trabalhos, sempre dentro dos limites da legislação de direito de autor e de direitos conexos”. 

Reconheço (Reconhecemos) ainda que Kerygma está licenciada sob uma LICENÇA CREATIVE COMMONS - ATTRIBUTION 4.0 INTERNATIONAL (CC BY 4.0) e que esta obra também estará licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, caso seja aceita e publicada.

Dito isto, PERMITO (PERMITIMOS) que as instituições citadas acima remixem, adaptem, criem e distribuam, a partir deste trabalho, mesmo que para fins comerciais, desde que atribuam o devido crédito ao (s) autor (es) pela criação original.

Downloads

Não há dados estatísticos.