Marcação de datas para o fim do mundo na era cristã: descrição histórica e implicações missiológicas
PDF

Palavras-chave

marcação de datas
fim do mundo
desapontamento
missão.

Como Citar

Nunes, A. (2007). Marcação de datas para o fim do mundo na era cristã: descrição histórica e implicações missiológicas. Kerygma, 3(1), 57-58. Recuperado de https://revistas.unasp.edu.br/kerygma/article/view/271

Resumo

 A presente investigação teve por objetivo considerar, de forma sintética, a questão da marcação de datas para o fim do mundo na era cristã, provocado pelo Segundo Advento de Cristo ou por alguma catástrofe de dimensões globais. Ênfase especial foi dada tanto ao processo euforia/desapontamento/letargia gerado pela marcação de datas quanto às implicações desse processo sobre o cumprimento da missão evangélica. O estudo da marcação de datas no decorrer da história do cristianismo baseou-se em fontes primárias e secundárias que tratam do assunto, cujas informações básicas foram apresentadas em uma seqüência cronológica. Marcações de tempo para o fim do mundo têm surgido ao longo da história do cristianismo. Diversos movimentos com esta tendência têm aflorado com base em uma hermenêutica bíblica equivocada (cf Mt 24:36; At 1:7). Datas têm sido marcadas em diferentes contextos históricos, sendo que algumas delas prevêem o fim do mundo quando o autor da predição ainda se encontra vivo. Alguns desses marcadores de tempo enfrentaram o opróbrio e a vergonha do não cumprimento do fato anunciado. Outros têm projetado as suas datas para um futuro distante deixando alguma possibilidade de desapontamento àqueles que venham a aceitar tais predições pouco tempo antes do suposto cumprimento. A pregação do evangelho tem sido afetada negativamente em virtude dessa atitude. Geralmente ocorre um reavivamento religioso antes da data sugerida para o fim do mundo. Contudo, em muitos casos, o não cumprimento da predição gera mornidão, quando o entusiasmo inicial é substituído por indiferença e frieza espirituais. Embora o problema possa ter ocorrido dentro de um ramo específico de uma denominação cristã, a denominação como um todo sofre com as críticas que se propagam de forma generalizada. Dessa forma, a pregação do evangelho tem de enfrentar uma nova onda de suspeita e descrença devido ao não cumprimento da predição supostamente baseada nas Escrituras.

PDF

Declaro (amos) que a revista Kerygma está autorizada a publicar e alterar o texto inédito e original de minha (nossa) autoria, submetido para avaliação deste periódico, a fim de "maximizar a disseminação da informação". Concordo (amos) em compartilhar os direitos autorais a ele referentes com a Unaspress e com o Unasp, sendo que seu “conteúdo, ou parte dele, pode ser copiado, distribuído, editado, remixado e utilizado para criar outros trabalhos, sempre dentro dos limites da legislação de direito de autor e de direitos conexos”. 

Reconheço (Reconhecemos) ainda que Kerygma está licenciada sob uma LICENÇA CREATIVE COMMONS - ATTRIBUTION 4.0 INTERNATIONAL (CC BY 4.0) e que esta obra também estará licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, caso seja aceita e publicada.

Dito isto, PERMITO (PERMITIMOS) que as instituições citadas acima remixem, adaptem, criem e distribuam, a partir deste trabalho, mesmo que para fins comerciais, desde que atribuam o devido crédito ao (s) autor (es) pela criação original.

Downloads

Não há dados estatísticos.