Fontes de Indexação

A Revista Life Style está em processo de submissão nas seguintes bases de dados e sistemas de informação científica:

LATINDEX Catálogo 2.0, sistema regional de informação online para revistas científicas da América Latina, Caribe, Espanha e Portugal. Sua missão é divulgar, tornar acessível e elevar a qualidade das revistas acadêmicas publicadas na região, por meio de trabalhos compartilhados.

DIADORIM/IBICT – Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras é um diretório/serviço de informações da política editorial das Revistas científicas brasileiras sobre o armazenamento dos seus artigos em Repositórios Institucionais de Acesso Aberto (RI). Seu objetivo é auxiliar na localização de informações sobre a política editorial das Revistas sobre a permissão para o armazenamento de artigos em RI. É um serviço direcionado para os autores, editores das Revistas e para os gestores de repositórios institucionais. Brasil.

REDIB, Rede Ibero-americana de Inovação e Conhecimento Científico, plataforma de agregação de conteúdo científico e acadêmico em formato eletrônico produzido na área ibero-americana. Espanha.

 

LatinREV, Rede Latino-americana de Revistas Acadêmicas em Ciências Sociais e Humanas, da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (FLACSO). Argentina.

Google Scholar, um buscador focado e especializado na busca de conteúdo científico-acadêmico e outros serviços (Biblioteca, Rankig de periódicos, Alertas, Perfil do Pesquisador). Estados Unidos da América.

DRJI, Directory of Research Journal Indexing, serviço online gratuito para pesquisa de recursos da web. Índia.

ROAD, Directory of Open Access Scholarly Resources, fornece acesso gratuito a um conjunto de registros bibliográficos de acesso aberto, criado pela Rede ISSN. O ROAD está vinculado às ações da Organização das Nações Unidas para a Ciência, a Educação e a Cultura (UNESCO) para promover o acesso público aos recursos científicos. O ROAD é um complemento ao GOAP (Global Open Access Portal), desenvolvido pela UNESCO. Este portal apresenta o estado da informação científica em acesso aberto (gratuito e gratuito) em todo o mundo. França.

Sumários de Revistas Brasileiras (Sumários.org) é uma base indexadora de periódicos científicos brasileiros. Resultado da retomada da série “Sumários Correntes Brasileiros”, pela Fundação de Pesquisas Científicas de Ribeirão Preto (FUNPEC-RP), antes desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciências e Tecnologia (IBICT).

BASE, Bielefeld Academic Search Engine, um dos maiores buscadores do mundo, especialmente para recursos acadêmicos da web. O BASE fornece mais de 150 milhões de documentos de mais de 7.000 fontes. O BASE é operado pela Biblioteca da Universidade de Bielefeld. Alemanha.

LivRe, Periódicos de livre acesso é o portal desenvolvido pela CNEN - Comissão Nacional de Energia Nuclear, através do CIN - Centro de Informações Nucleares, para facilitar a identificação e o acesso a periódicos eletrônicos de acesso livre na Internet. Brasil.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

EM PROCESSO DE SUBMISSÃO:

DOAJ, Directory of Open Access Journals - Diretório de revistas eletrônicas de acesso aberto, mantido pela Lund University Libraries na Suécia. Permite o acceso gratuito a revistas científicas e acadêmicas de qualidade. Também podem ser realizadas buscas por artigo de periódico. Suécia.

MIAR, Information Matrix for Journal Analysis, coleta dados para a identificação e análise de periódicos científicos; além de mostrar visibilidade em bases de dados e oferecer informações sobre a presença da revista em diferentes repositórios. Universidade de Barcelona, ​​Espanha.

Crossref, agência oficial de registro de identificador de objeto digital (DOI) da DOI International Foundation. Estados Unidos da América e Reino Unido.

JournalTOCs, contém metadados de artigos TOC para mais de 36.000 periódicos coletados diretamente de mais de 3.750 editores. JournalTOCs é a maior coleção de índices pesquisáveis ​​(TOCs) da Universidade Heriot-Watt. Reino Unido.

EZB, Biblioteca de Revistas Eletrônicas, é composta por mais de 100.000 títulos de todas as áreas do conhecimento, dos quais 23.555 estão disponíveis apenas online. Além disso, 132.205 periódicos são listados, fornecidos por agregadores. Fundado pela Biblioteca da Universidade de Regensburg em cooperação com a Biblioteca da Technische Universität München. Alemanha.

ZDB, Zeitschriften Datenbank, um dos maiores bancos de dados do mundo para revistas, séries monográficas e outros seriados de todos os países e em todos os idiomas. Áustria e Alemanha.

OpenAIRE, Infraestrutura de Acesso Aberto para Pesquisa na Europa, uma infraestrutura tecnológica e de serviços criada para apoiar, acelerar e medir a correta implementação das políticas europeias de acesso aberto a publicações científicas e dados de pesquisa. União Europeia.

Zenodo, um repositório de acesso aberto de uso geral desenvolvido no âmbito do programa Europeu OpenAIRE e operado pela Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear. Suíça.