Gestão acadêmica: um percurso com base na confiança
PDF

Como Citar

Quadros, S. (2016). Gestão acadêmica: um percurso com base na confiança. Lumen: Educare, 2(1), p. 95-110. https://doi.org/10.19141/2447-5432/lumen.v2.n1.p.95-110

Resumo

Considerando que o sucesso da gestão acadêmica advém de uma liderança exercida com base na confiança, apresenta-se, neste estudo, reflexões sobre o processo de construção da confiança, a partir da teoria semiótica. Dentro da abrangência da gestão acadêmica, optou-se por delinear o percurso do gestor acadêmico que ocupa a função de coordenação de curso de graduação. A relação de confiança estabelecida na gestão acadêmica foi analisada sob o olhar da semiótica, proposta por Greimas (1983), Greimas & Fontanille (1993) e discípulos. Ao sobrepormos os pressupostos teóricos no contexto da função do coordenador de curso, verificou-se como resultado que o contrato fiduciário é estabelecido entre o coordenador do curso e os atores com os quais ele se relaciona. A interação entre os diversos sujeitos se estabelece e resulta em programas narrativos, que no caso da gestão acadêmica de um curso podem ser: aprovação do curso por órgãos governamentais, melhoria do curso quanto ao aumento de alunos no curso e satisfação deles no curso escolhido.

Palavras-chave: Confiança; Gestão acadêmica; Semiótica.


Abstract: Since the academic management success has come from a leadership based on trust, considerations are presented in this study, about the trust construction process, based on the semiotic theory. In the range of the academic management, it was decided to outline the manager academic career who plays the role of coordinator in the undergraduate course. The relationship of trust in the academic management was analyzed from the perspective of semiotics proposed by Greimas & Fontanille (1993) and their disciples. By overlapping the theoretical assumptions in the context of the role of the course coordinator, it was found as a result that the fiduciary agreement is established between the course coordinator and the actors whom he/she relates with. The interaction among many individuals establishes itself and results in narrative programs that, in the case of academic management of a course, can be the course approval by government agencies, improvements in terms of increase of students in the course and their satisfaction in the chosen course.


Keywords: Trust; Academic management; Semiotics.

https://doi.org/10.19141/2447-5432/lumen.v2.n1.p.95-110
PDF

Referências

BARROS, D. L. P. de. Teoria semiótica do texto. São Paulo: Ática, 1990.

_________. Teoria do discurso: fundamentos semióticos. São Paulo: Humanitas, 2002.

CHIAVENATO, I. Administração: teoria, processo e prática. 4. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

COHEN, W. A. A liderança segundo Peter Drucker: novas lições do pai da administração moderna. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

COURTÉS, J. Introdução à semiótica narrativa e discursiva. Coimbra: Almedina, 1979.

COVEY, S.R. Liderança baseada em princípios. Rio de Janeiro: Campus, 2002.

COVEY, S. M. R.A velocidade da confiança: o elemento que faz toda a diferença. Rio de Janeiro: Elsevier; São Paulo: Franklin Covey, 2008.

FIORIN, J. L. O sujeito na semiótica narrativa e discursiva. Todas as Letras, São Paulo, v. 9, n. 1, p. 24-31, 2007. Disponível em: http://bit.ly/2aJnRA6. Acesso em: 22 abr. 2015.

FISCHER, R. M.& NOVELLI, J. G. N.Confiança como fator de redução da vulnerabilidade humana no ambiente de trabalho. RAE, São Paulo, v. 48, n. 2, p. 67-78, abr./jun. 2008. Disponível em: <http://bit.ly/2aCDyrm>. Acesso em: 13 maio 2016.

FLOCH, J. M. Sémiotique, marqueting et comunication, sous les signes, les estratégies. Paris: PUF, 1990.

FONTANILLE, J.A Semiótica do discurso. São Paulo: Contexto, 2008.

GREIMAS, A. J. Du Sens II. Paris: Seuil, 1983.

GREIMAS, A. J. FONTANILLE, J. Semiótica das Paixões. São Paulo: Ática. 1993.

GREIMAS, A. J.; COURTÉS, J. Dicionário de Semiótica. São Paulo: Contexto, 2013.

GRUBER, L. S. Liderança - habilidades e características do líder numa organização bancária: um estudo de caso. Dissertação. (Mestrado em Engenharia de Produção). Curso de Pós-graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2001. Disponível em: <http://bit.ly/2avU2SI>. Acesso em: 25 maio 2016.

LIMONGI-FRANÇA, A. C.; ARRELANO, E. B. Liderança, poder e comportamento organizacional. In: FLEURY, M. T. L. (Org.). As pessoas na organização. São Paulo: Gente, 2002.

PAIS, C.T. Conditions Semantico-Syntaxiques et Semiotiques de la Productivite Systemique, Lexicale et Discoursive. Thèse de Doctorat d’État ès Lettres et Scienses Humaines. Université de Paris IV. Paris, 1993.

_________Aspectos de uma tipologia dos universos de discurso. Revista Brasileira de Lingüística, São Paulo, v. 7, n. 2, p. 43-65, set. 1984.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Downloads

Não há dados estatísticos.