DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DO TERCEIRO SETOR
PDF

Palavras-chave

Terceiro Setor
Contabilidade
Demonstrações Contábeis

Como Citar

Borges, S., Campos, J., de Carvalho Sanchez, A., & Martins Xavier, M. (2020). DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DO TERCEIRO SETOR. Acta Negócios, 2(2), 24-35. https://doi.org/10.19141/2594-7680.actanegocios.v2.n1.p24-35

Resumo

Resumo: Devido à deficiência do Estado em promover qualidade de vida para a população, surgiram as chamadas entidades sem fins lucrativos. Por mais que essas entidades não objetivem a lucratividade, é necessário que prestem contas ao Ministério Público por meio das demonstrações contábeis, considerando as Normas Técnicas Brasileiras de Contabilidade aplicadas a essas organizações, como a NBCITG 2002(R1) – que aborda o reconhecimento, o registro contábil, as demonstrações contábeis, as contas de compensação e a divulgação. Além dessas normas, há o manual de procedimentos contábeis, onde consta obrigações como a de prestar contas aos deliberativos e ao poder público. No desenvolvimento desse artigo, realizou-se um estudo de caso por pesquisa documental e bibliográfica, nas informações disponíveis no site da Fundação Xuxa Meneghel. Ao analisar a fundação, percebe-se que os itens aplicados de 2012 a 2014 foram satisfatoriamente realizados pela entidade, deixando apenas de demonstrar as notas explicativas dos respectivos anos no site.

https://doi.org/10.19141/2594-7680.actanegocios.v2.n1.p24-35
PDF

Referências

ANDRADE, G. A. Contabilidade de entidades sem fins lucrativos. Cursos sobre temas contábeis. Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo. São Paulo: Atlas, 1991.

BEUREN, I. M. (Org.); Como elaborar trabalhos monográficos em contabilidade: teoria e prática. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2004.

CORRÊA, V.C., SILVA, A.P., & SOUZA, E.X. (2011). Aplicabilidade das Normas Brasileiras de Contabilidade Voltadas para as Fundações Privadas na Área de Educação: Um estudo realizado com associadas do Grupo de Institutos Fundações e Empresas. VIII Convibra Administração — Congresso Virtual Brasileiro de Administração, (p. 2).

FUNDAÇÃO ASSISTENCIAL XUXA MENEGHEL – Relatório Circunstanciado sobre as Demonstrações Contábeis. (Anais eletrônicos…) Rio de Janeiro. 2012/2014. Disponível em: <http://www.fundacaoxuxameneghel.org.br/quem-somos/> Acesso em: 20 de Agosto de 2015.

HUDSON, M. Administrando organizações do terceiro setor. São Paulo: MAKRON Books, 2004.

OLAK, P.A.; NASCIMENTO, D.T., (2010). Contabilidade para Entidades sem Fins Lucrativos. 3ª Ed. São Paulo: Atlas.

Portal Conselho Federal de Contabilidade. (2011) CADERNO DE PROCEDIMENTOS APLICÁVEIS, À PRESTAÇÃO DE CONTAS DAS ENTIDADES DO TERCEIRO SETOR (FUNDAÇÕES). Disponível em: <https://bit.ly/2VSgHAn>. Acesso em: 07 de Setembro de 2015.

Portal do Conselho Federal de Contabilidade – Manual de Contabilidade do Sistema CFC/ CRCs. (2012) (pp.79-80). Disponível em: <https://bit.ly/2S1WgzN>. Acesso em 02 de Setembro de 2015.

Portal do Conselho Federal de Contabilidade – Manual de Procedimentos Contábeis para Fundações e Entidades de Interesse Social. (2013). Disponível em: <https://bit.ly/2VTjBF0> Acesso em: 14 de Setembro de 2015.

RESOLUÇÃO CONSELHO FEDERAL CONTABILIDADE Nº 1.409, DE 21 DE SETEMBRO DE 2012, trata das Entidades sem Fins Lucrativos. Disponível em: <https://bit.ly/3eK5lqY> Acesso em: 18 de Setembro de 2015.

RICHARDSON, Roberto J. Pesquisa social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas, 1999. P. 334 YIN, R. K. Case study research: design and methods. Thousand Oaks: SAGE Publications, 2002.

Copyright (c) 2019 Acta Negócios

Downloads

Não há dados estatísticos.