Gestão contábil nas MPES: relevância para os formandos em Administração

Renate Würzler de Oliveira Pinheiro Cangussú, Edilei Rodrigues de Lames, Liliane da Costa Jacobs Lames

Resumo


Todo empreendimento, grande ou pequeno, busca solidez e permanência no mercado, utilizando-se para isso de várias ferramentas. Dentre estas, uma de primordial importância para a condução dos negócios é a Gestão Contábil. O objetivo deste estudo foi analisar a percepção dos formandos em Administração com relação à relevância da Gestão Contábil para as micro e pequenas empresas. O estudo foi feito com formandos em Administração da cidade de Hortolândia (SP). Verifica-se baixo conhecimento dos processos e ferramentas da Contabilidade. Estes percebem a importância da Contabilidade, porém, há necessidade de compreender com maior profundidade e amplidão a relevância da Gestão Contábil para conduzir com vitalidade os empreendimentos de que futuramente serão gestores. Conclui-se que um grupo significativo dos potenciais gestores, sob o ponto de vista financeiro, está despreparado para gerir um pequeno empreendimento, tendo em vista o pouco conhecimento da área contábil e a distorção na classificação da importância destas ferramentas.


Palavras-chave


Gestão contábil; Pequena empresa; Relevância da contabilidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19141/2594-7680.actanegocios.v1.n2.p55-78

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Acta Negócios

ACN, Engenheiro Coelho, São Paulo, Brasil. ISSN: 2594-7680.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia