Âncoras de carreiras e gerações - ingressantes e egressos numa IES

Adayne Candido Maciel, Alan Aquino Monberger, Thompson Augusto dos Reis, Graziela Graziano Oste Cremonezi

Resumo


O propósito deste estudo teve como finalidade correlacionar as gerações e as âncoras de carreiras ilustradas por Edgar H. Schein. As informações estatísticas geradas beneficiaram os membros participantes, a Instituição estudada e as organizações que compõem a Região Metropolitana de Campinas (RMC). A pesquisa fora aplicada em dois grupos de alunos, sendo eles ingressos e egressos do curso de Administração, do Centro Universtiário Adventista de São Paulo (Unasp), em Hortolândia, em que, por meio de 267 alunos, foi permitida a identificação do perfil mais predominante frente às gerações X, Y e Z. Os resultados apresentados indicam que, independente das gerações, a âncora de carreira mais frequente é o estilo de vida, o que apresenta que os futuros profissionais estão em busca de não somente manter uma relação fiel com o mundo profissional, mas também no âmbito famíliar, saúde e lazer — o verdadeiro equilibrista. Para assuntos subsequentes, pode-se abordar as diferenças entre os níveis de perfis dos alunos ingressantes e egressos estudados, e como os fatores sociais podem contribuir para com estes resultados.


Palavras-chave


Âncoras de carreiras; Gerações; Administração; Estilo de vida.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19141/2594-7680.actanegocios.v1.n2.p33-53

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Acta Negócios

ACN, Engenheiro Coelho, São Paulo, Brasil. ISSN: 2594-7680.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia