JUSTIÇA DO TRABALHO NUM ESTADO LIBERAL? WALDEMAR FERREIRA, OLIVEIRA VIANNA E O DEBATE QUE NÃO TERMINOU
PDF

Palavras-chave

Era Vargas
Justiça do Trabalho
Oliveira Vianna
Waldemar Ferreira.

Como Citar

Covolan, F. C., & Piletti, L. M. (2018). JUSTIÇA DO TRABALHO NUM ESTADO LIBERAL? WALDEMAR FERREIRA, OLIVEIRA VIANNA E O DEBATE QUE NÃO TERMINOU. Acta Científica. Ciências Humanas, 27(2), 99–116. https://doi.org/10.19141/1519.9800.acch.v27.n2.p99-116

Resumo

Este trabalho tem como tema a discussão sobre a criação da justiça do Trabalho, ocorrida entre Waldemar Ferreira e Oliveira Vianna, em especial no aspecto relativo ao poder normativo da nova instituição judicial. Esta discussão se insere na perspectiva de compreender os primeiros momentos da história do direito brasileiro em que o Estado tomou para si a competência de intervir na economia, neste caso, nas relações entre capital e trabalho. A análise em questão tomou como referenciais as propostas da Nova História. Em conclusão foi possível articular que as estratégias discursivas de ambos os autores transvestem de cientificidade um discurso antes de tudo retórico e cuja finalidade era garantir a vitória de um certo modelo de Estado.  

https://doi.org/10.19141/1519.9800.acch.v27.n2.p99-116
PDF

Referências

BERCOVICI, G. Instabilidade constitucional e direitos sociais na Era Vargas (1930-1964). In: BITTAR, E. C. B. (Org.). História do direito brasileiro: leituras da Ordem Jurídica Nacional. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2012. p. 266-290.

FERREIRA, J. O conceito e seus lugares: trabalhismo, nacional-estatismo e populismo. In: BASTOS, P. P. Z.; FONSECA, P. C. D. (Orgs.). A Era Vargas: desenvolvimento, economia e sociedade. São Paulo: Editora Unesp, 2012. p. 295-322.

FERREIRA, W. Princípios de legislação social e direito judiciário do trabalho. São Paulo: São Paulo Editora, 1938.

FONSECA, R. M. Introdução teórica à história do direito. Curitiba: Juruá, 2010.

FORNAZIERI, L. L. Entre conflitos e debates: a criação da Justiça do Trabalho no Brasil (1934-1943). Campinas, 2014. 137f. Dissertação (Mestrado) – Unicamp, IFCH, Campinas, 2014.

GROSSI, P. Para Além do Subjetivismo Jurídico Moderno. In: FONSECA, R. M.; SEELAENDER, A. C. L. (Orgs.). História do Direito em perspectiva. 1. ed. Curitiba: Juruá, 2010. p. 19-29.

LOPES, J. R. L.; QUEIROZ, R. M. R.; ACCA, T. S. Curso de história do Direito. 3. ed. Rio de Janeiro: Forense; São Paulo: Método, 2013.

VIANNA, O. Problemas de Direito Corporativo. Rio de Janeiro: Ed. José Olympio, 1938.

Declaro (amos) que a revista Acta Científica. Ciências Humanas está autorizada a publicar e alterar o texto inédito e original de minha (nossa) autoria, submetido para avaliação deste periódico, a fim de "maximizar a disseminação da informação". Concordo (amos) em compartilhar os direitos autorais a ele referentes com a Unaspress e com o Unasp, sendo que seu “conteúdo, ou parte dele, pode ser copiado, distribuído, editado, remixado e utilizado para criar outros trabalhos, sempre dentro dos limites da legislação de direito de autor e de direitos conexos”. 

Reconheço (Reconhecemos) ainda que Acta Científica está licenciada sob uma LICENÇA CREATIVE COMMONS - ATTRIBUTION 4.0 INTERNATIONAL (CC BY 4.0) e que esta obra também estará licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, caso seja aceita e publicada.

Dito isto, PERMITO (PERMITIMOS) que as instituições citadas acima remixem, adaptem, criem e distribuam, a partir deste trabalho, mesmo que para fins comerciais, desde que atribuam o devido crédito ao (s) autor (es) pela criação original.

Downloads

Não há dados estatísticos.