A IMPORTÂNCIA DO ULTRAVIOLETA NO VITILIGO E NA PSORÍASE
pdf

Palavras-chave

ultravioleta
psoríase
vitiligo
doenças de pele
doenças do tecido conjuntivo

Como Citar

de Castro, G., Sant’Anna, W., Da Silva, C., Da Silva, A., & Filoni, E. (2020). A IMPORTÂNCIA DO ULTRAVIOLETA NO VITILIGO E NA PSORÍASE. Life Style, 7(1), 69-76. https://doi.org/10.19141/2237-3756.lifestyle.v7.n1.p69-76

Resumo

A radiação ultravioleta é uma das mais antigas modalidades de tratamento médico. Os antigos médicos do Egito e da Grécia atribuíam muitas propriedades curativas à luz solar. De fato, a vida não seria possível sem a interação da UV solar com a fotossíntese das plantas. Antes do século 20, o sol era a única fonte satisfatória de UV. Atualmente, há ampla variedade de geradores disponíveis a radiação ultravioleta é uma delas. O objetivo deste trabalho é verificar por meio de uma revisão sistemática os benefícios do ultravioleta no vitiligo e na psoríase. Foi feita a busca de referências com data de publicação entre janeiro de 2000 a fevereiro de 2019 por meio de pesquisas em banco de dados eletrônicos. Após a análise de dados foram separados para o estudo 6 artigos que abordavam o tema e foi possível identificar que os resultados obtidos em pacientes através das modalidades da fototerapia com UVB e PUVA se mostra eficaz quando se referem aos tratamentos de vitiligo e psoríase, por atuarem diretamente com as respostas das moléculas que absorvem luz nos tecidos (cromóforos) de forma localizada. 

https://doi.org/10.19141/2237-3756.lifestyle.v7.n1.p69-76
pdf

Referências

ARCA E., TASTAN H.B., ERBIL A.H., SEZER E., KOÇ E., KURUMLU Z. Narrow-band ultraviolet B
as monotherapy and in combination with topical calcipotriol in the treatment of vitiligo.
Japanese Dermatological Association, Turquia. VOL 33, PP 338–343. 2006.
BHATNAGAR A., KANWAR A.J., PARSAD D., DE D. Comparison of systemic PUVA and NB-UVB
in the treatment of vitiligo: an open prospective study. European Academy of Dermatology
and Venereology. India. N 21, pp 638–642. 2006.
BICCA, Larissa Lucena. WEIS, Luciana Cezimbra. MORAES, Ane Caroline Hauth. Fototerapia
através das radiações infravermelha e ultravioleta utilizadas por fisioterapeutas em diversas
patologias. 2015.
BROCKOW T.M.D., SCHIENER R.M.D., ANNEGRET F.P.H, RESCH D., KARL L.M.D., PETER
R.U.M.D. A Pragmatic Randomized Controlled Trial on the Effectiveness of Highly
Concentrated Saline Spa Water Baths Followed by UVB Compared to UVB Only in Moderate
to Severe Psoriasis. O jornal de medicina alternativa e complementar. Volume 13, N 7, pp
725–732. Alemanha, 2007.
BYSTRYN, J.C. Immune Mechanisms in Vitiligo. Clinics in Dermatology, 5, n. 6, 1997,pp. 853-
861.
CAMERON, Michelle. Agentes físicos na reabilitação. 3.ed. Rio de Janeiro, 2009.
DUARTE, Ida. Fotototerapia na psoríase. 1 a EDIÇÃO, p. 55, 2009.
DUARTE, Ida, BUENSE, Roberta, KOBATA, Clarice. Fototerapia na Bras Dermatol. 2006.
HABIF, T. P. Clinical dermatology: a color guide to diagnosis and therapy. 3. ed. St Louis:
Mosby, 1996.
Hann SK, Chun WH, Park YK. Clinical characteristics of progressive vitiligo. Int J Dermatol
1997; 36:353-355.
JUCHEM, P.P., HOCHBERG, J., WINOGRON, A., ARDENGHY, M., ENGLISH, R. Riscos à saúde da
radiação ultravioleta. West Virginia, EUA. 1998.
KITCHEN, Sheila. Eletroterapia: Prática baseada em evidências. Manole, 2.ed. Baurueri, SP.
2003.
KOEK, M.B.G., BUSKENS E., WEELDEN, H.V., STEEGMANS, P.H.A., BRUIJNZEELKOOMEN,
C.A.F.M., SIGURDSSON, V. Home versus outpatient ultraviolet B phototherapy for mild to
severe psoriasis: pragmatic multicentre randomised controlled non-inferiority trial (PLUTO
study). Bmj. N 29. 2008.
MACEDO, A.C.B., OLIVEIRA, C.F., SILVA, E.C.M., ANDRADE, L.A.S. Efeitos da aplicação do
L.A.S.E.R. HeNe e do ultravioleta B no vitiligo. Fisioter. Mov. VOL. 25, n. 3, p. 481-488.
Curitiba, 2012.
MARTINS, Gladys Aires. ARRUDA, Lucia. Tratamento sistêmico da psoríase – Parte I:
metotrexato e acitretina. Rio de Janeiro, 2004.
MÜLLER, Marisa Campio. Psicossomática: uma visão simbólica do vitiligo. São Paulo, 2005.
PRENTICE, William E. Modalidades terapêuticas para fisioterapeutas. 2.ed. Porto Alegre,
2004.
RODRIGUES, M. Edgard. GUIMARÃES, S. Cosme. Manual de recursos fisioterapêuticos.
Editora Revinter. Rio de Janeiro, 1998.
SGARBI, Flávia Celina. CARMO, Elaine Dias. ROSA, Luiz Eduardo Blummer. Radiação
ultravioleta e carcinogênese. Campinas, 2007.
SILVIA, B.F.S., AMARAL, MO. VARGAS, TS. SILVA, AG. Substancias bioativas de origem vegetal
no tratamento de psoríase. Espírito Santo, 2011.
SOUSA, PEDRO JOSÉ GOMES. FOTOTERAPIA: INDICAÇÕES E CONTROVÉRSIAS. 2015. Tese de
Doutorado. UNIVERSIDADE DE COIMBRA.
SZABO, Iolanda. BRANDÃO, Elaine Reis. “Mata de tristeza!”: representações sociais de
pessoas com vitiligo atendidas na Farmácia Universitária da UFRJ. Rio de Janeiro, 2016.
VIZANI, R.O., MAIA, F.S.M., VASCONCELOS, T.P., PIMENTEL, S.L.G., NAKAOKA, V.Y., SILVA, E.,
KASHIWABARA, T.G.B. O vitiligo: uma doença orgânica e psíquica. Minas Gerais, 2014.
YONES, S.S., ROY, A., PALMER, M.A., GARIBALDINOS, T.R.N., HALK, J.L.M. Randomized
Double-blind Trial of the Treatment of Chronic Plaque Psoriasis, ARCH DERMATOL. VOL 142.
Inglaterra, 2006.
Copyright (c) 2020 Life Style

Downloads

Não há dados estatísticos.